Transição Capilar: dicas para superar essa etapa

Veja as dicas que separamos e torne essa etapa mais fácil!

Deixar de alisar o cabelo e assumir as madeixas cacheadas ou crespas é o que chamamos de transição capilar. E embora esse seja um momento importante de autonomia e aceitação para muitas mulheres, não deixa de ser uma fase complicada. Afinal, uma parte do cabelo ainda está com química (e liso), enquanto outra acaba mostrando a ondulação natural.

Tudo isso faz com que essa etapa seja bastante complicada – e até torturante para algumas pessoas, que desistem do processo antes mesmo de ver seus resultados.

Se você está passando pela transição capilar, não se desespere. Nós separamos dicas importantes e que podem lhe ajudar a devolver a naturalidade dos seus cachos. Confira!

Invista em texturizações

Como dissemos na introdução, uma das principais dificuldades de quem está na transição é conseguir deixar o cabelo uniforme. Afinal, geralmente a raiz está cacheada, enquanto as pontas estão lisas.

kyle-loftus-596317-unsplash

A texturização é uma ótima maneira de driblar esse problema – e pode ser a sua principal aliada para enfrentar esse período. Existe uma infinidade de técnicas para deixar a parte lisa mais próxima da curvatura natural do seu fio, como: modelador de cachos, bigoudins, coquinhos, tranças, plopping e muitos outros.

Para as meninas que conseguem ondular o cabelo quando ele está molhado, apenas amassando, a dica é usar produtos específicos, como os ativadores de cachos e os géis modeladores.

Faça um corte que valorize as ondas

É praticamente impossível passar por uma transição fugindo da tesoura. Mesmo que você não passe por uma modificação radical, é importante dar um novo corte ao seu cabelo, que valorize a textura natural.

Hoje já existem salões especializados em cabelos crespos e cacheados, inclusive que fazem cortes a seco, respeitando a ondulação natural do seu fio. Um bom corte é fundamental para ajudar as suas ondas a começarem a aparecer – e também para retirar um pouco da parte alisada.

Tenha paciência

A transição capilar é um processo longo e demorado, afinal, é preciso aguardar o crescimento natural do fio. Por isso, paciência é fundamental. Aproveite esse período para ler depoimentos de outras mulheres que passaram pelo processo e se inspirar com os cabelos incríveis e naturais delas.

Cuidado com a formulação dos produtos

Shampoos com menos sulfatos e produtos que não contam com corantes, óleo mineral, parabenos, silicones, petrolatos, parafina e sal podem ajudar os seus fios a se recuperarem mais rápido – e a mostrarem a sua curvatura natural.

Lembre-se que os cabelos cacheados e crespos tendem a ser naturalmente mais secos, porque a ondulação impede que a oleosidade da raiz consiga chegar até as pontas.

Produtos livres desses ingredientes favorecem a hidratação natural do seu cabelo. Isso significa cachos mais bonitos e mais definidos, além, é claro, de um fio mais saudável, forte e resistente.

Não se esqueça, ainda, de procurar por produtos que estejam em sintonia com a curvatura do seu fio. Isso significa que a linha conta com ingredientes que vão ajudar na definição do cacho e na hora de repor os nutrientes necessários para o seu tipo de cabelo.

Invista nos penteados

Na hora de sair para a balada, ou até para o trabalho e o dia a dia, os penteados são grandes aliados, porque ajudam a deixar o cabelo mais uniforme.

Screen Shot 2018-07-03 at 11.06.18

Coques, rabos de cavalo e os penteados presos são ótimas opções para enfrentar as diferenças na ondulação do fio. E você ainda pode aproveitar esse período para soltar a sua criatividade.

Reflita sobre o big chop

O big chop pode ser traduzido como “o grande corte” – e na vida das mulheres em transição capilar significa um corte radical que retirará praticamente toda a química do cabelo.

Screen Shot 2018-07-03 at 11.08.33

Em muitos casos, essa pode ser a melhor solução, já que ajudará o fio a nascer com a curvatura adequada e evitará aquela diferença entre crespo e liso. Porém, é preciso analisar essa possibilidade com cuidado, já que muitas mulheres podem acabar se sentindo com a autoestima baixa com o cabelo curtinho.

O melhor momento para escolher pelo big chop é quando você se sentir preparada para isso, não se deixando influenciar pelas opiniões alheias, mas sim pela sua própria vontade de mudança.

Aproveite esse momento para descobrir que a sua beleza vai muito além do comprimento do seu cabelo. Você poderá investir em makes diferentes e ainda aproveitar da facilidade do cabelo mais curtinho no dia a dia.

Trabalhe a sua autoestima

Embora a transição capilar seja um momento longo e difícil para algumas mulheres, esse também é um período incrível para trabalhar a sua autoestima, aceitando os seus cachos e a sua beleza natural, livre de rótulos.

bernard-osei-608155-unsplash

Reaprenda a amar o seu cabelo crespo ou cacheado e fortaleça o amor por si mesma. Assim será mais fácil não se abalar com comentários negativos que às vezes acabamos recebendo.

Como você viu, passar pela transição capilar exige uma boa dose de conhecimento das técnicas de finalização, de paciência e de comprometimento, mas o resultado vale à pena: cabelos lindos e cachos poderosos!

Você gostou deste conteúdo? Então compartilhe as nossas dicas com as suas amigas nas redes sociais!

Espalhe Geral: